Páginas

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Tanto tão nada... Nada tão tanto...


O que temos?
Na verdade, temos muito.
Muito de nada.
O que é tudo o que temos?
O que é o que queremos?
Por que queremos?
Porque temos tudo tão tanto e,
Tudo que nada temos, tanto queremos?
Porque muito de nada parece tanto?
Por que tanto pode parecer tão pouco?
Porque tanto?
Por que nada?
Por que tanto nada?
Ou tanto tanto?
Tanto nada que é tanto?
Tanto tanto que é nada?
Nada perto do tanto,
Tanto perto do tanto.
Não sei o que tenho.
Não sei se é nada;
Não sei se é tanto.
Nem sei se tenho. 

Manoela Brum

Um comentário:

  1. Se sabemo-nos bem com o nada que temos, então temos tudo.
    GK

    ResponderExcluir