Páginas

quinta-feira, 31 de março de 2016

Tome seu tempo. Leia. Pense. Não pense. Relaxe, respire fundo e vá.

"Há um grande perigo nessas loucas adorações: O perigos de perdê-las, não menor que o perigo de conservá-las." Oscar Wilde

É, eu deveria parar, parar, apenas parar.
Ás vezes eu penso isso.
Mas parece que já cheguei tão longe...
De fato, mais longe do que achei que chegaria.
Para agora parar?
Mas "isso" está me afetando, de um jeito que não deveria.
Será que é mesmo "isso" que me afeta?
Mas e se  for, não posso apenas impedir que me afete?

"Não quero sentir-me à mercê das minhas emoções. Quero experimentá-las, gozá-las e dominá-las." Oscar Wilde

Posso então simplesmente dominar "isso"?
"Isso" que nem sei o que é?
Que venho tentando descobrir, chegando cada vez mais longe, mas a lugar algum?
Mas não posso desistir agora.
Mas não posso manchar "isso" com cores tristes.
Mas não posso avançar maculando meu "isso".
Eu não sei o que vem em seguida.
Eu nunca imaginei que chegaria até aqui, então sei que não posso parar.
Preciso saber o que virá.

"O destino não envia arautos. É sábio demais, ou talvez cruel demais para isso." Oscar Wilde

Manoela Brum

Um comentário:

  1. Ato não há de mais pleno existir do que o não ato de apenas sentir.
    GK

    ResponderExcluir